NOTÍCIASRESTAURAR A HONRA E O AUTORRESPEITO

RECUPERAR AS RUAS COM O TWTH

O V.J. Smith, Fundador e Presidente da filial de Mineápolis de MAD DADS lança a edição personalizada de O Caminho para a Felicidade do grupo.
O V.J. Smith está a reclamar bairros de Mineápolis e a usar O Caminho para a Felicidade como parte do seu programa para fazê‑lo.

“Estamos a trabalhar com homens, estamos a trabalhar com mulheres, trabalhamos com toda a gente, mas MAD DADS foi concebido para fazer mexer os homens”, disse o V.J. Smith, Fundador e Presidente da fi lial de Mineápolis de MAD DADS e Presidente de MAD DADS nacional.

MAD DADS—Men Against Destruction, Defending Against Drugs and Social Disorder (Homens Contra a Destruição, na Defesa Contra as Drogas e a Desordem Social) — foi fundada em 1989 em Omaha, Nebraska, por homens e pais que estavam cansados da violência de gangues e drogas ilegais na sua comunidade. O V.J. Smith estabeleceu a filial de Mineápolis em 1998.

Nós falamos com V.J. para descobrir como é que ele integra O Caminho para a Felicidade nos seus programas de MAD DADS.

O que é que significa ser um MAD DADS?

“Nós somos os homens que preenchem o abismo para aqueles que são incapazes de ser pais, modelos e mentores na nossa comunidade. Sabemos que há muitos de nós que foram presos, que são toxicodependentes, que simplesmente não se envolvem com as suas famílias, os seus filhos e a sua comunidade de uma maneira positiva.

“Por isso nós queremos ser os homens que fazem a diferença nas prisões, nas escolas, nas ruas, nas igrejas e por toda a comunidade para ajudar a transformar as nossas famílias e os nossos pais.”

O que é mais importante para si?

“Temos pessoas na nossa comunidade que não compreendem realmente o que é a felicidade. A felicidade não é a quantidade de dinheiro que tem. Não é a marca do carro que conduz. A felicidade não se trata do tipo de casa em que vive nem nada desse género. A felicidade é realmente algo que está dentro de uma pessoa e quando esta compreende como é que isto funciona, então a pessoa pode ser mais feliz.

“O nosso objetivo é alcançar sempre o mínimo, o último e o perdido e aquelas pessoas que são negligenciadas e de quem por vezes os outros se aproveitam. Por isso, o nosso objetivo é ajudar esses indivíduos a serem melhores, a compreenderem o que é ter uma vida plena. Compreender que, sim, existem desafios, mas a pessoa tem em si o poder, a pessoa tem em si o poder de vencer esses desafios e ser um vencedor. Nós só temos de mostrar como o fazer — dar as ferramentas, dar o apoio para que a pessoa seja forte.”

Como é que O Caminho para a Felicidade se encaixa no seu programa?

“Começámos a trabalhar com O Caminho para a Felicidade há cerca de sete anos.

“Tínhamos o nosso logótipo na capa do livro, também com a nossa informação, e começámos a assinar estes livros e simplesmente distribuíamos os livros às pessoas. Assinávamos o nosso nome e dizíamos: ‘É possível ser feliz. Porque é que não lê isto?’

“A felicidade é realmente algo que está dentro de uma pessoa e quando esta compreende como é que isto funciona, então a pessoa pode ser mais feliz.”

“E depois ouvíamos as pessoas dizer: ‘Sabes, li esse livro e mudou a forma como eu penso na vida. Mudou a forma como eu me sinto em relação às coisas.’

“Por isso temos esses livros quando as pessoas vêm ao nosso escritório e estão numa pilha mesmo na receção. Alguém está a parecer um pouco em baixo, nós dizemos: ‘Olha, lê esse livro. Pode ajudar‑te.’”

Quais são as recompensas de distribuir O Caminho para a Felicidade aos outros?

“Uma das coisas que adoro fazer é assinar nesse livro e dar a alguém. Porque sinto que estou a assinar a sua alegria. Estou a assinar a sua felicidade. Estou a assinar o seu futuro.

“Só um pouco de informação irá levar a pessoa muito longe e ajudá‑la a ter uma melhor qualidade de vida. Para mim, isso é muito importante.”



AJUDE A RESTAURAR A CONFIANÇA

A Fundação Internacional O Caminho para a Felicidade trabalha para reverter a decadência moral da sociedade ao restaurar a confiança e honestidade através da ampla distribuição dos 21 preceitos. Os donativos apoiam a produção e distribuição do folheto e dos materiais do currículo de O Caminho para a Felicidade.